PIBPAR PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM PARELHAS RN

Menu

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Oração é a maior contribuição que você pode oferecer a alguém

 "Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele."   1 Coríntios 12.26



Ore pela viúva Hellen e seus filhos



Abdi Welli, um cristão de origem muçulmana, era marido de Hellen e pai de três meninos. A Portas Abertas compareceu ao funeral de Abdi e, uma semana depois, visitou Hellen. Ela está encontrando muitas dificuldades em lidar com a morte do marido. Sua tristeza tem sido agravada pela satisfação dos assassinos, em sua aparente vitória, ao circularem imagens do corpo de Welli na internet.

Durante a visita, Hellen expressou algumas confusões e decepções com a morte de Welli. Ela tem refletido muito, tentando achar sentido no assassinato de seu esposo. Há incontáveis “porquês”. Ela disse que estava orando e jejuando por ele antes da tragédia porque ele parecia extremamente cansado. 

“O Senhor levou Abdi porque ele precisava de paz, mas eu não esperava que fosse essa a solução. Por que Deus permitiu que atirassem nele? Ele deve ter sentido muita dor e isso me machuca muito”. 

Uma fonte de preocupação era o ciúme infundado em sua comunidade por conta do sucesso do negócio de Welli e de sua riqueza notável. O fato do cristão não ser casado com uma mulher de sua nacionalidade significava que sua extensa família não se beneficiaria de seu legado. Hellen se perguntava se esse poderia ser o motivo de seu assassinato.

Há muitas outras suspeitas e pensamentos conflitantes na mente de Hellen. Ela ainda acha difícil encarar as pessoas que o marido discipulava.

Além do impacto emocional de sua perda, ela compartilhou que permanece preocupada com a segurança de seus filhos. A tradição muçulmana permite que membros da família reivindiquem os filhos do parente morto para criá-los segundo as tradições islâmicas. 

Hellen tem uma necessidade extrema de encorajamento e oração, por isso conta com a intercessão de cristãos ao redor do mundo.



Precisamos orar por nossas irmãs que são perseguidas. Muitas delas têm seus maridos mortos ou presos por sua ligação com o cristianismo e necessitam de apoio e encorajamento.

Equipe Caminhando Juntas