PIBPAR PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM PARELHAS RN

Menu

sábado, 24 de agosto de 2013

Ontem 23/08/2013 foi concretizado a compra da madeira do primeiro templo Batista na cidade de Parelhas RN. Graças a Deus pela Parceria com a nossa Convenção Estadual. Que Deus abençoe o Pr. Eude e o Pr. Luis Carlos.
A inauguração será dia 15 de Novembro. Estamos esperando a confirmação do Pastor Fernando Brandão para ser o Preletor Oficial. Nesse dia teremos um grande MULTIMPACTO Evangelístico com uma caravana de Natal e Igrejas do Seridó RN. No Bairro São Sebastião.








domingo, 18 de agosto de 2013


SEMPRE É TEMPO DE AVANÇAR 

 Texto: Filipenses 3.13 e 14 

 13 Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, 14 Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. 

 Introdução: Mesmo em um tempo em que muitos teriam parado e desistido, Paulo entende que ainda havia muito por fazer. O período em que ficou preso foi um dos mais produtivos em sua vida. Numa situação em que muitos teriam parado, Paulo escreveu cartas a igrejas e a amigos, exortou os cristãos de Roma, testemunhou diante das autoridades, evangelizou a guarda pretoriana e motivou aqueles que sofriam como ele. Motivos talvez ele tivesse para parar, mas tinha muito mais razões para avançar. Da mesma forma, precisamos avançar em nosso tempo. Observando o texto, podemos extrair pelo menos três agentes motivadores que faziam Paulo prosseguir mesmo diante de adversidades.

 1.A consciência do “ainda não”: Duas abordagens podem ser feitas desta incompletude; 

 a) Em relação a si mesmo: “não sou perfeito!” Muitas pessoas deixam de avançar porque acreditam que já aprenderam tudo o que precisavam, consideram-se realizadas e não aprendem mais.

 b) Em relação à sua missão: “não alcancei”. Paulo acredita que uma coroa o espera na eternidade, mas este ainda não é o momento de receber o premio. Em suas cartas ele esboça planos para quando sair da prisão. Muitas pessoas infelizmente deixaram de planejar seu futuro com Deus, não possuem metas para sua vida de discípulo. Muitos membros de igreja acreditam que já fizeram o suficiente.

 2. Compreensão da realidade do “já passou”. Paulo tinha uma visão objetiva do passado: esquecendo-me!

 a) Existem coisas que precisam ser esquecidas para que possamos realmente começar a viver. O passado tem o seu valor como experiências a serem aprendidas, mas ele pode se tornar opressor. As recordações de agressores ou fracassos sofridos podem nos paralisar. Alguém já disse que perdoar não é esquecer, mas lembrar sem reabrir a ferida.

 b) Consciência dos propósitos de Deus em tudo: as coisas que nos acontecem. Cap 1.12. 

 3. A perspectiva correta sobre o futuro: Avançando para o que está diante de mim. Aspectos deste avançar: 


 a) Engrandecer a Cristo em meu corpo 1.20 

 b) Manter o comportamento digno 1.27 

c) Descansar em Deus 4.6 e 7 

Conclusão. As circunstancias exteriores estavam desfavoráveis e desmotivadoras. Mas Paulo sabia que precisava avançar, mesmo neste tempo difícil. As condições que nos cercam também são desafiadoras, esta é a nossa vez de reconhecer que ainda não fizemos tudo, que não podemos ficar lamentando erros ou agressões passadas, e que precisamos avançar engrandecendo a Cristo com nossas vidas. 

Pastor Eliabe Oliveira e Silva, casado com Maria Gizeuda Oliveira e Silva, pai de Jéssica e Vitor, pastor da Igreja Batista do Santarém.

CAMPANHA DE MISSÕES ESTADUAIS

HOJE TIVEMOS UMA NOITE ABENÇOADA VOLTADA PARA A CAMPANHA DE MISSÕES ESTADUAIS.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

REFLEXÃO PIB DE ATIBAIA SP /SUPRINDO AS NECESSIDADES MAIS PROFUNDAS DE SEU MARIDO

SUPRINDO AS NECESSIDADES MAIS PROFUNDAS DE SEU MARIDO Uma das melhores maneiras para honrar e encorajar ao seu marido é admirá-lo. Note o que Pedro diz: “Pois era assim que também costumavam adornar-se as santas mulheres do passado, que colocavam sua esperança em Deus. Elas se sujeitavam cada uma a seu marido, como Sara, que obedecia a Abraão e o chamava senhor. Dela vocês serão filhas, se praticarem o bem e não derem lugar ao medo.” (1 Pedro 3:5-6). Você alguma vez já pensou como um avião carregado pode subir aparentemente sem esforço? Assim como há princípios físicos, tal como a lei da gravidade, assim também há princípios vitais de relacionamento. Um destes é o princípio da admiração: as pessoas são atraídas àquelas que as admiram e evitam aquelas que as desprezam. Como uma esposa de pastor por mais de 20 anos, eu tenho tido um grande número de mulheres buscando a minha ajuda porque seus maridos não gastam mais nenhum tempo com elas. Este é um momento para toda nós fazemos uma avaliação de nossos relacionamentos em crescimento. Admiração, uma das necessidades mais profundas e importantes do homem, é a base de todos os relacionamentos. É provável que seja por isso que as Escrituras dizem para as esposas respeitarem e admirarem aos seus maridos (Efésios 5:33). E Pedro declara que a admiração pode até mesmo motivar um marido espiritualmente (1 Pedro 3:1-2). A palavra admirar (respeitar, honrar) nas Escrituras basicamente significa “atribuir um alto valor ao outro”. Admirar alguém é uma escolha, uma decisão, um compromisso, um ato de nossa vontade. É dizer a nós mesmas: Deus ama e valoriza cada pessoa, e eu também posso amar e valorizar. Seu marido pode irritar-lhe, depreciar-lhe, ofender-lhe ou ignorar-lhe; mas a admiração vê além do que ele faz para quem ele é. A admiração é incondicional. Os homens tendem a gravitar para aquelas que os admiram. Se seu marido não está gastando tempo de qualidade com você, talvez as seguintes questões possam revelar uma ou mais razões do por que disso. Seja honesta consigo mesma enquanto você considera estas advertências. 1. VOCÊ EXPRESSA MENOS ADMIRAÇÃO OU AGRADECIMENTOS AO SEU MARIDO DO QUE VOCÊ FAZ COM OUTROS HOMENS? Seu marido pode estar abrigando feridas por sua estima por outros homens. Questões como, “você viu o vestido da Bete na festa?” e “Você acredita que o marido dela comprou um presente tão caro?”, podem estar enviando uma mensagem ao seu marido que você pensa que ele é um provedor menos bem-sucedido e menos generoso do que o marido da Bete. Comparar seu marido com outro homem pode dizer ao seu marido que você admira outra pessoa mais do que ele. Alguns homens realmente se desagradam na igreja porque eles pensam que nunca poderiam estar à altura dos homens sobre os quais as suas esposas se gabam a cada domingo. Comentários tais como “O pastor ‘fulano’ lidera a família dele em suas devoções às 7 horas de cada manhã”, certamente não são palavras que edificam. Seja cuidadosa para não derrubar seu parceiro através de palavras impensadas. Um homem é especialmente sensível acerca de seu trabalho, seus amigos, suas habilidades – e seu ministério. Seja cuidadosa para não elogiar outros homens na presença a menos que você mostre uma admiração ainda maior por seu marido. 2. Você faz observações críticas sobre seu caráter ou suas atividades? Isto é mortal se expresso na frente de amigos ou de seus filhos. Os profissionais reconhecem quer um princípio chave da liderança é que é totalmente inaceitável depreciar o caráter ou a habilidade de uma pessoa na frente de outros. Eu não posso pensar em nada que desmoralize um marido mais rapidamente do que a crítica na frente de seus colegas ou filhos. 3. Você escuta a si mesma censurando seu marido? Censurar é outra palavra para a pressão de uma esposa que faz o seu marido sentir-se incompetente e irresponsável. Provérbios diz, “O gotejar contínuo no dia de grande chuva e a mulher rixosa são semelhantes” (Pv 27:15). Em lugar de motivá-lo a cumprir a responsabilidade dele, o faz querer ignorá-la. Enquanto você continua censurando, ele buscará outras pessoas que não o façam lembrar constantemente de suas insuficiências. As expressões faciais e o tom da voz têm o poder de derrubar seu marido ou edificá-lo. 4. Você já se encontrou automaticamente questionando as escolhas ou decisões dele? Por exemplo, se ele decide ir a uma grande loja de departamentos no dia e horário mais cheio, você pergunta para ele “Você realmente tem que ir nesse dia?” Com essa simples pergunta, você insinua você realmente não concorda com o julgamento dele. Tudo o que ele ouve é o seu desafio da decisão dele. Ninguém gosta de passar tempo com uma pessoa contestadora. 5. Você interrompe seu marido nas conversas? Você já escutou uma mulher que terminava cada uma das sentenças de seu marido? Este é um hábito que algumas mulheres nem sequer reconhecem que elas têm. Decida que você deixará seu marido terminar as próprias sentenças dele e que você não o corrigirá ou discutirá com ele em público. Eu tenho de fato observado homens se retirarem de ambientes sociais porque as esposas deles são muito dominadoras ou rudes em seus hábitos de conversação. Deus pode dar-lhe sabedoria para vigiar a sua língua e encher a sua boca com bondade. 6. Você pode se lembrar de qualquer coisa da qual você tem reclamado dele nesta última semana? Seja horário de trabalho, escolhas para a hora de lazer, tempo com as crianças ou da lista “meu bem faça”. Reclamar tem o mesmo efeito que censurar; pode afugentá-lo para buscar outras pessoas ou outros lugares. Entregue estas preocupações ao Senhor em oração. Ele se preocupa com cada necessidade. Se elas precisam ser discutidas com seu marido, o Senhor proverá o tempo e o lugar. Reclamar é realmente contagioso. Cada vez que você for tentada a reclamar, tente pensar em uma coisa pela qual você possa louvar ao Senhor. Salmos 71:6 nos encoraja a deixarmos nossas bocas serem tão cheias de louvor que não há espaço para reclamar. Agora que nós conhecemos as armadilhas a serem evitadas, que tal desenvolver alguns hábitos positivos para encorajar nossos maridos? Vamos procurar fazer com que eles pensem no lar como um refúgio – um abrigo para descanso, encorajamento e apoio. Bonnie Barnett – extraído do livro “Uma família cheia da Palavra” - Dr. John Barnett Acesse as reflexões anteriores aqui... Convidamos você para que, CAMINHANDO JUNTAS rumo ao propósito supremo de Deus para cada uma de nós, nos tornemos a cada dia mais e mais parecidas com Cristo! Equipe Caminhando Juntas PDC – Programa de Desenvolvimento Continuado “Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seu coração.” – Col. 3:16

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

PRIMEIRO DIÁCONO ELEITO PARA O SERVIÇO DIACONAL PIB PARELHAS. DIA 10/08/2013 IRMÃO LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO.
EI ESSE MÊS RESERVE R$ 1,00 A CADA DIA DAQUELES QUE VOCÊ GASTA COM DOCES, SALGADOS E LANCHES E ABENÇOE A CONSTRUÇÃO DE NOSSO TEMPLO, COMPARTILHE ESSE PEDIDO COM SEUS AMIGOS DEPOSITE EM UMA DESSAS CONTAS. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL AGÊNCIA 0758 - OP.013 CONTA POUPANÇA 28472-0 avise nos pelo E-mail:adaobarn@hotmail.com ---> Ou adao.santana@missoesnacionais.org.br --> SE VOCÊ CONHECE ALGUMA INSTITUIÇÃO QUE TRABALHE COM A CONSTRUÇÃO DE TEMPLOS INDIQUE NOS, ALEM DESSE, TEMOS MAIS UM TEMPLO PARA SER CONSTRUIDO AQUI NO SERTÃO DO RN.